Rayner Guidoni, vice-presidente do Grupo Guidoni, no Aeroporto Internacional de Istambul

Novo Aeroporto de Istambul

Grupo Guidoni está presente na construção do maior aeroporto do mundo

Pedras naturais da empresa paginam as instalações do novo Aeroporto Internacional de Istambul

Rayner Guidoni, vice-presidente do Grupo Guidoni, no Aeroporto Internacional de Istambul
Rayner Guidoni, vice-presidente do Grupo Guidoni, no Aeroporto Internacional de Istambul

O Grupo Guidoni – maior exportador de rochas ornamentais do Brasil e referência no setor – marca presença em mais uma grande obra de importância global: o novo Aeroporto Internacional da Istambul, Turquia, considerado o maior do mundo. O projeto foi aberto para tráfego comercial no final de outubro e a expectativa é que receba anualmente 90 milhões de passageiros nesta primeira fase da operação.

Localizada em uma região estratégica continental – sendo a única cidade localizada em dois continentes – o quarto maior município do mundo e epicentro da economia turca reforça, com o novo projeto de infraestrutura aéreo, a posição da região como ponte de relevância ímpar entre o Extremo Oriente e o Ocidente. Atrelado a isto, o complexo está em um raio de três horas de voo de cerca de 120 países.

Planejado para ser o maior aeroporto mundial em termos de capacidade de passageiros, a nova infraestrutura irá receber mais de 200 milhões de pessoas anualmente ao final das quatro etapas de desenvolvimento – o que deve acontecer nos próximos dez anos –, volume que supera com larga margem todos os demais aeroportos movimentados do mundo. O complexo de U$ 12 bilhões contará ainda com a maior área de duty free do mundo, com diferentes marcas de luxo.

“Estamos orgulhosos de fazer parte desse grandioso projeto e participar com os nossos ativos levando as pedras naturais brasileiras para uma vitrine mundial. Nosso desafio foi aportar a expertise de mais de 25 anos no setor e garantir excelência na entrega de alto volume e complexidade logística. Nosso compromisso com a qualidade é premissa em todas as obras nas quais participamos, o que nos garante uma posição diferenciada no cenário de competitividade global”, comenta Rayner Guidoni, vice presidente da empresa.

O vice presidente explica que o Grupo foi selecionado para participar do Aeroporto de Istambul por ser uma das únicas indústrias de rochas no mundo com capacidade produtiva para garantir a consistência do padrão natural oferecido, ou seja, produzir uma quantidade elevada de material mas mantendo uma mesma estética de superfície, ponto indispensável em grandes projetos como este.

Uma das poucas indústrias brasileiras capacitadas para o projeto, a empresa forneceu 110 mil m² dos granitos básicos Preto São Gabriel e White G, este último extraído de uma das mais de 41 jazidas próprias da empresa no Brasil. Ambos os materiais foram lapidados no formato de 90 x 90 cm para paginar todo o piso da área interna do complexo e passaram pelos mais rigorosos processos industriais e tecnológicos de modo a garantir a qualidade de acabamento e a beleza única das pedras naturais brasileiras. A opção pela pedra natural se deve ao fato de o elemento extraído da natureza contar com grande durabilidade, resistência e facilidade de manutenção e limpeza, tornando as rochas ideais para pisos – principalmente em áreas com grande fluxo de pessoas e cargas.

 

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *